5 Dicas para o Estudante de Direito encontrar a sua Vocação Profissional ainda na faculdade

"Mas não é na graduação que encontramos nossa vocação ?" Deveria ser. Quase sempre não é. Então preste atenção nessas dicas !

Alguns poderiam perguntar “Qual o motivo dessas dicas, se é na graduação que encontramos a nossa vocação profissional ?!”. Deveria ser. Quase sempre não é. Muitos acadêmicos no último ano do curso ainda não sabem qual carreira querem seguir e isso motivou esse artigo.

Seja no primeiro, ou no último ano da faculdade, sempre perguntamos a nós mesmos: o que estamos fazendo aqui ? Muitos dos nossos colegas saberão responder a essa pergunta de forma objetiva, cheio de certezas (será ?!). Outros, ainda estarão com dúvidas. A verdade é durante a graduação, o estudante de Direito inicia uma trajetória que pode ser percorrida por diversos caminhos diferentes para encontrar a sua vocação profissional.

Com certeza você já escutou ou ainda vai escutar a famosa pergunta: Por que você escolheu fazer Direito ? Inúmeros irão responder que o fazem para prestar um Concurso Público, sonhando o almejado cargo no Ministério Público, Defensoria Pública, Magistratura, Carreiras Policiais, entre outros. Já muitos, dirão que o sonho é a Advocacia. Para esse último, desde já, costumam idealizar a figura tão estabelecida do Advogado em Plenário do Tribunal do Júri, gozando das prerrogativas da Defesa, ou do Advogado nas audiências, intervindo com "Protesto, Excelência!". Por fim, outros tantos, dirão que escolheram fazer o curso incentivado por familiares, ou que efetivamente, era a melhor opção.

Bom, esse texto destina-se a todos os Estudantes de Direito que querem responder a pergunta: "O que estou fazendo Aqui ?" para encontrar ainda na graduação, a sua vocação profissional.

1) APROVEITE TODAS AS OPORTUNIDADES DE APRENDIZADO

Sabe quando o Professor passa um Seminário para realizar uma apresentação, e você não gosta muito de falar em público ? Ou quando está marcada aquela prova oral , ou um debate sobre um livro? É esse o momento de tentar afastar a timidez, ou o medo, enfrentado as barreiras da comunicação, aprendendo mais sobre a oratória e a forma de utilizá-la na sua vida profissional. Independente de qual área você escolha atuar, a boa comunicação, a postura e a oralidade sempre serão bem vistas em todos os campos do mundo jurídico, sendo portanto, uma ferramenta absolutamente necessária. Ao entender isso, você estará, por exemplo, praticando uma das condutas do Advogado, em audiências ou sustentações orais no tribunal.

Ainda, havendo a possibilidade de estar no Núcleo de Prática Jurídica - NPJ da sua faculdade, lhe será oportunizado atuar em processos reais, representando o seu cliente, sendo devidamente orientado pelo seu professor de prática jurídica, desenvolvendo raciocínios jurídicos para o caso concreto, materializando-os nas peças processuais (aquelas mesmas que inclusive podem cair na segunda fase da OAB). Tudo isso, dentro do dia a dia da graduação.

Com esse pensamento, você será capaz de colocar em prática muitas das condutas profissionais que deverá desempenhar futuramente, razão pela qual será capaz de alinhar sua trajetória com o objetivo que está desenvolvendo e descobrindo ao longo do curso.

2) PARTICIPE DE EVENTOS E CONHEÇA PESSOAS: CONGRESSOS, ENCONTROS, CURSOS E MARKETING PESSOAL

A Ciência do Direito é ampla e profunda. Nesse sentido, com certeza nos cabe de forma oportuna e objetiva, afirmar que as matérias curriculares da graduação, ainda que possuam carga horária conforme regulamentado em Lei, jamais serão suficientes para aprofundar, ou até mesmo, assegurar todo o conhecimento que seria necessário compreendermos, referente à aquela matéria. Tendo conhecimento disso, os cursos extensivos extracurriculares nos servem de grande valia para entender algumas lacunas que acabamos não entendendo em determinada matéria da faculdade, além de serem úteis, tendo em vista que irão conceder certificado de participação, o que é necessário apresentar para a complementação da formação profissional, ao final do curso.

Não somente os cursos, mas os eventos jurídicos, seja um congresso, ou um encontro, além de aprimorar e atualizar o nosso conhecimento sobre determinado assunto, oportuniza a nós o desenvolvimento social e a criação do chamado marketing pessoal. Sim ! Através desses eventos, é possível conhecer pessoas diferentes, com pensamento e objetivos distintos, ampliando seu nicho social, sendo capaz de te apresentar novos horizontes, acrescendo ainda mais à sua jornada como acadêmico e ser humano.

Mas onde posso ter a informação desses eventos?

Bom, cito como exemplo a ESA, que é a chamada Escola Superior da Advocacia (procure ai na sua cidade. É um Órgão auxiliar da OAB Seccional correspondente) ou demais “escolas” que objetivam contribuir com a classe profissional, aprimorando a função. Para isso, fique de olho nos sites de notícias da sua região, ou ainda, nas redes sociais. Siga essas páginas, e os professores que tem proximidade, para estar por dentro desses assuntos. Ou então, fomente na sua universidade, juntamente com o Coordenador do seu Curso de Direito ou com o Centro Acadêmico de Direito eventos assim.

Dica: Se na sua Instituição não existir um Centro Acadêmico, reúna-se com demais colegas e FUNDE UM. Deixamos aqui como exemplo o Centro Acadêmico XI de Agosto da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco. Informações: http://www.direito.usp.br/faculdade/caxi08_01.php

Participando de eventos e cursos extracurriculares, você irá se deparar com os assuntos da atualidade no ordenamento jurídico brasileiro, e poderá conhecer pessoas, valorizando assim as suas características positivas próprias, preparando a sua carreira, o que, a longo prazo, ajudará você a avaliar qual a melhor perspectiva para o seu futuro.

3) PROCURE UM ESTÁGIO

Eu particularmente diria, que uma das formas mais eficazes de descobrir a nossa vocação profissional, é trabalhando um pouquinho nela. E como fazer isso ? Estagiando !

Primeiro é preciso entender que há uma certa discussão de qual seria o momento ideal para iniciar o estágio durante a graduação. Existem alguns estágios que irão requerer do acadêmico um conhecimento mínimo sobre determinada matéria, e em algumas vezes, você ainda não terá se deparado com ela na faculdade.

Pontuamos essa informação apenas por vias de advertência: alguns editais para estágio possuem como requisito estar matriculado em determinado semestre da faculdade. Independente disso, o estágio, conforme art.  da Lei 11.788/2008 é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos.

Nesse sentido, fique de olho no site do Tribunal de Justiça da sua região, bem como na Defensoria Pública, Ministério Público, repartições públicas e o Próprio Centro de Integração Empresa-Escola. Faça cadastro para receber informações de estágio, e candidate-se. Outra ferramenta poderosa na busca para um estágio são as redes sociais, sendo uma em especial: o Linkedin.

Ao estagiar, você realizará funções que serão desenvolvidas por você naquela futura profissão, o que irá te ajudar a descobrir se você tem ou não a vocação para aquilo, além de ser um meio de adquirir conhecimento integrado e substancial sobre matérias que com certeza serão utilizadas por você ao longo de sua carreira profissional, seja ela qual for.

4) ESTUDE, ESTUDE, ESTUDE !

Esse é o meio para o fim, seja o fim qual ele for, e qual você busca. Somente o estudo e a dedicação diária renderão os frutos que todos nós buscamos quando entramos na graduação.

Reserve todos os dias um momento de Estudo, independente de qual matéria for, e tão pouco da metodologia que você resolveu adotar: seja por resolução de questões, leitura, fichamento de doutrina, vídeo-aula.

Se o estágio é um dos meios mais assertivos para descobrir a nossa vocação profissional, saiba que o estudo é o caminho para o estágio: tanto para consegui-lo, como para permanecer nele.

Mas não pense que será fácil. O cansaço e a estafa mental do dia a dia virão e muitas vezes, a sua maior luta será contra você mesmo. Algumas vezes você vence, outras você aprende. Mas a melhor escolha sempre é PERSISTIR.

Saiba: DESISTIR NÃO É OPÇÃO!

5) DESFRUTE DO MOMENTO

A Graduação é um momento ímpar em nossas vidas. É um processo de autoconhecimento, solidez do caráter, descobertas profundas sobre as pessoas, sobre a sociedade, sobre a profissão que você escolheu seguir e sobre VOCÊ MESMO. Viva intensamente este momento. É na graduação que você irá construir muitos relacionamentos profissionais e pessoais que levará para o resto da sua vida, então aproveite. À você é permitido errar, chorar, se angustiar, mas se alegrar, comemorar as vitórias e aprender que na realidade, não existe um fim. Podemos estabelecer metas e objetivos de vida que, a depender do seu esforço e dedicação diários, chegarão oportunamente quando você estiver pronto para recebê-los (tecnicamente e mentalmente falando). Mas, o dia a dia, a rotina, o presente é a materialização do processo, e é nele que você deve confiar.

Com isso, finalizo explicando que tentei abordar aqui um pouco do que tive a oportunidade de vivenciar como Estudante de Direito ao longos dos anos nos bancos da academia e perambulando sempre em busca de conhecimento.

Jamais com o intuito de esgotar o tema, deixo aqui essas dicas para que estas possam servir de auxílio para você que iniciou ou está nessa jornada. Penso que se eu tivesse a oportunidade de me deparar com vivencias assim, logo nos primeiros anos da graduação, poderia ter feito mais, e hoje, ter grande assertividade no que vou seguir na carreira profissional.

Finalizo com as palavras de Ayrton Senna, que assim nos ensinou:"Com o poder da sua mente, sua determinação, seu instinto e a experiência também, você pode voar muito alto".

E você? Já se descobriu nesses anos como acadêmico? Acrescentaria algo nessa lista de dicas para os nossos colegas ?! Deixe aqui o seu comentário!

Vamos crescer juntos...

De acadêmico para acadêmico - pois sempre seremos acadêmicos quando escolhemos seguir carreira jurídica - Um abraço.

Meu nome é Brenda Stofell, e estou sempre à disposição.

31 Visualizações